quinta-feira, 4 de abril de 2013

IEHOUAH - Iehouah : Compensação - Ralph Waldo Emerson - Alefi Iehouah

Desde garoto eu queria escrever um discurso sobre a Compensação; porque quando era jovem me parecia que em relação a este assunto a Vida estava a frente da teologia e as pessoas sabiam mais do que ensinavam os pregadores. Também os documentos de onde é extraída esta doutrina, encantaram minha fantasia por sua infinita variedade, e permanecem sempre diante de mim, mesmo durante o sono, porque são as ferramentas em nossas mãos, o pão em nossa cesta, as transações da rua, a fazenda e o domicílio; as lembranças, as relações, os débitos e os créditos; a influência da personalidade, a natureza e os dons naturais de todos os homens. Também me parecia que nela poderia ser mostrado aos homens um  raio de divindade, a ação presente da Alma neste mundo, purificada de todos os vestígio da tradição; e assim o coração do homem poderia ser inundado de amor eterno, conversando com aquilo que sabe que sempre foi e sempre deve ser, porque realmente é agora. Além disso, parecia que se esta doutrina pudesse ser pronunciada  em termos com qualquer semelhança (á) aquelas instituições brilhantes onde esta verdade ás vezes nos é revelada, seria uma estrela nas horas sombrias e nas passagens tortuosas de nossa jornada que não nos permitiria perder nosso caminho.
CONTINUA